Como usar óleo de coco para emagrecer

2657

Existe um alimento rico em gordura e calorias que pode acelerar a perda de peso. Feito com a polpa da fruta fresca, o óleo de coco melhora o funcionamento da glândula tireoide e, com isso, estimula o metabolismo e auxilia na queima do excesso de gordura.

 

Mas para ter o efeito desejado, somente o óleo de coco não resolverá o problema. É primordial que o elixir do emagrecimento venha acompanhado de uma dieta personalizada, preparada por um nutrólogo, para atender todas as necessidades nutricionais do paciente. Agende aqui a sua consulta.

 

Além disso, a prática de esportes e exercícios físicos contribui para o emagrecimento. Os benefícios do óleo de coco já foram comprovados cientificamente. Um estudo da Universidade de Columbia, nos Estados Unidos, aponta que ele é capaz de reduzir em até sete vezes a gordura abdominal.

 

O mérito neste processo é especialmente da gordura saturada, que vira energia assim que chega ao fígado. O resultado disso é que não sobra gordura para ser acumulada na cintura e, além disso, a substância funciona como fonte de energia e disposição.

 

E esses benefícios são mantidos mesmo quando o óleo de coco é aquecido. Por ser resistente a altas temperaturas, até 200º C, é uma ótima alternativa para o preparo de sopas, ensopados, molhos e assados. O óleo de coco ainda protege o coração. Isso porque é capaz de reduzir os níveis do chamado colesterol ruim, o LDL, além de reforçar a imunidade e melhorar a flora intestinal.

 

Ação anti-inflamatória

 

Muitos desconhecem as propriedades terapêuticas do óleo de coco. Ele é a única fonte vegetal a apresentar alta concentração de ácido láurico – substância com ação antioxidante e anti-inflamatória -, e também combate os radicais livres e a inflamação nas células, deixando o organismo menos resistente à perda de peso.

 

Para quem vive sempre faminto o óleo de coco é considerado um superalimento. Pela sua composição ele sacia com uma intensidade mais profunda, ajudando o indivíduo a consumir menos calorias ao longo do dia. Tudo isso na prática facilita a dieta e o emagrecimento com a saúde.

O óleo de coco melhora o funcionamento da glândula tireoide e, com isso, estimula o metabolismo e auxilia na queima do excesso de gordura.
O óleo de coco melhora o funcionamento da glândula tireoide e, com isso, estimula o metabolismo e auxilia na queima do excesso de gordura.

Muito cuidado com o excesso

 

Mas é preciso ficar atento para não exagerar na quantidade de óleo de coco nas refeições. Alguns estudos já demostraram que o consumo excessivo de óleo de coco pode causar aumentos no colesterol total, colesterol LDL (ruim) e HDL (bom).

 

Para potencializar a perda de peso mantendo a saúde, o recomendável é consumir até quatro colheres de sopa de óleo de coco por dia. A quantidade vai levar em conta o peso, e deve ser indicada pelo médico nutrólogo juntamente com uma dieta equilibrada com a prática de atividade física frequente.

 

Principais dúvidas sobre o consumo de óleo de coco 

 

– Qual a quantidade que devo consumir para emagrecer?

Os voluntários que participaram dos estudos científicos que avaliaram o poder do óleo de coco na perda de peso, consumiram de duas a quatro colheres de sopa por dia. Consumir porções superiores a essa quantidade pode favorecer o ganho de peso, principalmente se você não seguir uma dieta com poucas calorias e fugir dos exercícios. É preciso lembrar que o óleo de coco é fonte de gordura e, por isso, não é magro: em uma colher de sopa são mais de 90 calorias.

 

– Como devo consumir o óleo de coco?

Ele pode ser consumido puro, mas não é uma regra. Aliás, o sabor fica mais suave quando associado a outros alimentos. Há outras vantagens: consumido nas refeições, o óleo de coco sacia mais e reduz o índice glicêmico do prato, fazendo com que até o pão e o macarrão ofereçam menos risco à balança.

 

 – No período de frio o óleo vira pasta. Faz mal consumir desta forma?

Como você preferir – em pasta ou líquido, o efeito na perda de peso é o mesmo. Em pasta, porém, fica fácil encher a colher e passar da medida. Mas você pode resolver o problema usando a colher sempre rasa. O óleo consistente pode ser passado no pão no lugar da manteiga ou batido no suco.

 

Por ser gorduroso, ele pode fazer o intestino desandar?

Sim. Por isso, é importante ficar atenta à resposta do seu organismo. Melhor ainda: comece consumindo uma colher de sopa por dia e, aos poucos, vá aumentando essa quantidade até chegar a três colheres, no máximo quatro.

 

Gostou das nossas dicas sobre o uso do óleo de coco e os benefícios para a saúde? Compartilhe com os amigos!

Deixe uma resposta