Porque a dieta nórdica é recomendada pela OMS

0
290

O próprio nome já diz, a dieta nórdica é inspirada nos alimentos tradicionalmente encontrados nos países nórdicos como a Noruega, Finlândia, Dinamarca, Suécia e Islândia. Nestes países, a população é considerada uma das mais saudáveis do mundo.  Neste artigo vamos te explicar porque a dieta nórdica é recomendada pela OMS.

 

A dieta nórdica se baseia no consumo destes alimentos: vegetais de folhas verdes e raízes, frutas, em especial as vermelhas, cereais integrais, como a cevada, a aveia ou o centeio, legumes, laticínios com baixo teor de gordura, peixes, incluindo os mais gordurosos como o salmão, a cavala ou o arenque, ”

 

Criada no ano de 2004 por uma equipe formada por cientistas, nutricionistas e chefes de cozinha com o objetivo de controlar a taxa de obesidade nesses locais.

 

Recente Organização Mundial da Saúde (OMS) comprovou que a nórdica pode ajudar a reduzir o risco de doenças não transmissíveis como o câncer, o diabetes e os problemas cardiovasculares, frequentemente associados à obesidade.

 

Talvez a maior diferença dos hábitos alimentares nórdicos para a dieta mediterrânea, segundo a OMS, é que no lugar do azeite de oliva, predomina o óleo de canola.

 

A OMS aponta que, para as populações não nórdicas, os princípios desta dieta podem ser de adaptação mais fácil do que os alimentos em si. De uma forma geral, estamos falando de promover o consumo de cereais de forma integral, frutas e vegetais, já que são excluídas as gorduras saturadas.

 

A OMS destaca ainda o fato de que vários estudos vincularam a dieta nórdica a uma diminuição nos fatores de risco tanto para doenças cardiovasculares quanto de diabetes, apesar de ela não ter sido tão estudada como a dieta mediterrânea.

 

10 princípios da dieta nórdica

Segundo a OMS, tanto a dieta mediterrânea quanto a dieta nórdica são exemplos de como os recursos naturais podem ser utilizados para novidades que trazem benefícios à saúde.

 

1 – Coma mais frutas e vegetais todos os dias;

2 – Coma mais produtos de cereais integrais;

3 – Consuma mais alimentos do mar e dos lagos;

4 – Coma carne de melhor qualidade, mas em menor quantidade;

5 – Coma mais comida vinda de paisagens selvagens;

6 – Coma produtos orgânicos sempre que possível;

7 – Evite os aditivos na comida;

8 – Coma mais pratos baseados nos alimentos mais abundantes de cada estação;

9 – Coma mais comida caseira;

10 – Provoque menos desperdício.

 

Gostou de conhecer um pouco mais sobre a dieta nórdica? Compartilhe com os amigos.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here