5 erros para não cometer no treino

472

Vivemos tempos de busca pelo corpo ideal aliado à saúde. Mas, nessa busca, muitas se perdem por pressa, falta de orientação, ansiedade e acabam cometendo erros que prejudicam a performance e colocam a saúde em risco. Separamos os erros mais comuns, aprenda a eliminá-los.

 

Antes de praticas exercícios muitos dispensam o aquecimento. Ele deve ser feito com movimentos leves, como uma caminhada, prepara músculos, tendões e ligamentos para o esforço maior – o treinamento em si. O corpo aquecido se move mais rapidamente e produz mais força. Esse cuidado promove também a lubrificação das articulações, facilitando os movimentos. O ideal é caminhar ou pedalar devagar por 5 a 10 minutos e gire cotovelos, ombros e tornozelos lentamente, até sentir o corpo azeitado.

 

Tenha cuidado com o peso excessivo prejudica a execução ou reduz a amplitude do movimento. E não é só isso: você ainda pode ganhar uma baita lesão muscular ou articular ou ficar dolorido a ponto querer fugir da ginástica por uns dias.

 

Outra dica valiosa é nunca dispensar ajuda de um especialista. A verdade é que não dá para dispensar os conselhos de quem é diplomado no assunto. Também é um grande erro alterar a programação do treino sem consultar o professor.

 

Nunca dispense a hidratação. Durante a atividade física, seu corpo perde muito líquido por meio do suor. O organismo provoca essa sudorese para evitar que a temperatura suba muito. A água é importante demais e precisa ser reposta. Ela interfere em mecanismos como transportar oxigênio para os músculos, eliminar dióxido de carbono pela respiração e regular a pressão arterial para o bom funcionamento do coração.

 

Não é nada positivo praticar exercícios apenas uma vez por semana. Além de não conquistar benefícios, existe o risco de haver lesões. É essencial criar uma rotina para que o corpo seja constantemente estimulado.

 

Anotou aí? Agora você já está pronto para não cometer erros no treino! Compartilhe com os amigos!

 

Deixe uma resposta