Entenda como a citrulina funciona como detox

877

Ela é encontrada nos alimentos e também pode ser consumida como suplemento alimentar. Nos últimos tempos tem crescido a procura nos consultório pela citrulina e os vários benefícios para a saúde, tanto para a performance de esportistas quanto no auxílio ao tratamento de algumas doenças. Esse suplemento é o tema do nosso artigo de hoje.

 

Citrulina ou L-Citrulina é um aminoácido não essencial produzido naturalmente pelo organismo e que também pode ser encontrado na forma de suplemento alimentar. No nosso corpo, a L-citrulina é convertida em L-arginina nos rins e ambos os aminoácidos participam no ciclo da uréia, processo responsável pela eliminação da amônia, que é um subproduto do metabolismo normal do organismo.

 

Esse suplemento apresenta benefícios no tratamento de doenças genéticas, como distúrbios do ciclo da uréia, de disfunção erétil, de doenças cardiovasculares, mal de Alzheimer, entre outras. Além disso, ela é usada como um suplemento para melhoria do desempenho esportivo e da saúde cardiovascular.

 

Os resultados da suplementação com L-citrulina consistem em reduzir a fadiga e melhorar a resistência, tanto para o exercício aeróbico prolongado quanto para o anaeróbico. Entretanto, não há evidência científica suficiente para confirmar ou refutar essas alegações.

 

Como a citrulina é detox?

Existem uma infinidade de alimentos que contem altas quantidades de citrulina. Uma das mais ricas fontes de citrulina é melancia, e o composto é encontrado na fruta e na casca. O melão também não fica muito atrás.

 

A melancia é tida como uma fruta hidratante, o que se deve ao fato de que a maior parte da composição da melancia ser de água, o que a torna, portanto, muito benéfica para hidratar o corpo.

 

A melancia não só ajuda a hidratar o corpo, como pode contribuir de outras formas para manter o organismo saudável e em pleno funcionamento. Sabe-se que a fruta funciona como um detox natural do corpo, combate o inchaço, melhora o funcionamento do aparelho digestivo e intestino. Contém apenas 20 calorias a cada 100 gramas, sendo excelente para quem deseja emagrecer.

 

Cebola e alho são outros alimentos que contêm citrulina. O site vegetariano indica que o alho e cebola são alliums, palavra grega ‘alho’, que ajudam a proteger o organismo contra doenças que afetam o coração, veias e artérias. Amêndoas e nozes são ricas em citrulina que ajudam na luta contra a pré-hipertensão, até que seja na doença cardiovascular.

 

Gostou de conhecer um pouco mais sobre esse suplemento? Não deixe de compartilhar com os amigos!

Deixe uma resposta