Quais alimentos são permitidos na dieta catogênica?

4172

A alimentação é a principal fonte de combate às principais doenças. É possível emagrecer, prevenir convulsões, e até mesmo o câncer, riscando alimentos da sua dieta. Vamos te explicar um pouco mais sobre como funciona!

 

A dieta cetogênica tem ganhado cada vez mais adeptos, pois permite que você emagreça e viva com mais saúde sem deixar de lado alimentos como o bacon, por exemplo. Para que você tenha sucesso,  deve eliminar todos os alimentos ricos em carboidratos como pão e arroz. Ao lado disso, aumente o consumo de alimentos ricos em gorduras, mantendo também uma boa quantidade de proteínas na alimentação.

 

Quer saber como a mágica acontece? Quando tiramos o carboidrato da dieta, o nosso corpo entra em ptocesso de cetose. Sabe o que isso quer dizer? Que o nosso corpo passa a utilizar a própria gordura como fonte de energia ao invés do carboidrato que vem da alimentação.

 

Esse tipo de alimentação é indicado principalmente para controlar e prevenir convulsões e crises de epilepsia, no entanto, ela também vem sendo utilizada para acelerar a perda de peso e, em alguns casos, para o tratamento de câncer, pois as células cancerígenas se alimentam principalmente de carboidrato, que é o nutriente retirado na dieta cetogênica.

 

Como funciona a dieta catogênica?

 

A dieta cetogênica consiste em uma redução drástica de carboidratos na alimentação, que participarão apenas de 10 a 15% das calorias diárias. Para compensar essa redução, deve-se ter um grande aumento no consumo de gorduras, representada por alimentos como abacate, coco, sementes, creme de leite, azeite, amendoim, castanhas, nozes e amêndoas.

 

Além disso, quantidade de proteína também deve aumentar até constituir cerca de 30% da alimentação, sendo necessário comer carne, frango ou peixe no almoço e no jantar, e incluir ovo e queijos nos lanches.

 

Outra dieta muito semelhante à cetogênica é a dieta low carb, sendo que a principal diferença é que na dieta cetogênica se faz um uso muito maior de gorduras para compensar a falta de carboidratos.

 

Alimentos permitidos

 

Carnes e proteínas
Carnes vermelhas: frango, bacon e ovos.

 

Grãos
Macadâmia, castanha de caju, nozes, avelãs, amendoim e amêndoas.

 

Vegetais de baixa caloria
Alface, couve, espinafre, acelga; couve-flor, brócolis, repolho, pepino, rabanete e cebolinha.

 

Frutos do mar
Atum, salmão, bacalhau, ostra, camarão, lagosta, mexilhão, caranguejo, lula e polvo.

 

Leite e derivados
Parmesão, queijo suíço, queijo coalho, cheddar, muçarela, queijo cottage, cream cheese, iogurtes e manteiga.

 

Óleos
Azeite, óleo de coco e banha de porco.

 

Frutas
Morango, mirtilo, framboesa, cranberries, amoras, cerejas e abacate.

 

Alimentos para evitar na dieta catogênica

 

Massas, arroz, pães, cevada, trigo, quinoa, bolos, cerveja, batatas, batata-doce, inhame, mel, refrigerante, sucos, doces, chocolate, sucrilhos, maçã, laranja, banana, abacaxi, manga, mamão, mexerica, uvas, margarina, óleos como de canola, soja, milho, etc; leite desnatado, iogurte desnatado e refrigerante diet.

 

É importante lembrar que nesta dieta deve-se consumir frutas e legumes da mesma forma que em uma dieta normal, sem aumentar a quantidade. Assim, deve-se ingerir de 3 a 4 unidades de frutas por dia e legumes e verduras nas refeições do almoço e do jantar.

 

Entendeu o motivo que tem levado a dieta catogênica a se popularizar nos consultórios? É importante lembrar que antes de começar qualquer mudança na alimentação é necessário agendar uma consulta com o médico nutrólogo. O primeiro passo é fazer os exames pra ver se o paciente possui alguma restrição, para depois criar o cardápio mais adequando para você!

 

Se gostou de conhecer um pouco mais sobre a dieta catogênica, compartilhe com os amigos!

Deixe uma resposta