Porque a poluição sonora te deixa mais gordo

0
1002

Sabe aqueles quilos que você não sabe de onde vem? Parece brincadeira mas não é: isso pode ser atribuído ao excesso de poluição sonora. A Organização Mundial de Saúde (OMS) reconhece que barulho é um tema sério, pois a poluição sonora afeta diretamente a qualidade de vida de milhões de pessoas.

 

Um dos documentos que serviram de base às recomendações associa o excesso de ruído a doenças metabólicas e cardiovasculares, déficits cognitivos em crianças, zumbidos nos ouvidos, distúrbios do sono, danos ao aparelho auditivo e até mesmo à obesidade.

 

Segundo a OMS, a poluição sonora desencadeia reações de estresse no organismo que levam a diversos danos.

 

“Os efeitos fisiológicos do barulho são geralmente induzidos por dois sistemas diferentes, o eixo da medula da glândula suprarrenal e o eixo hipotalâmico-hipofisário-adrenal (HHA)” as informações são do documento. O eixo da medula da glândula suprarrenal é ativado por uma “reação em cadeia que leva à excreção de adrenalina e noradrenalina”.

 

“O mecanismo prepara o corpo para a luta ou a fuga, mobilizando a energia nos músculos, coração e cérebro e reduzindo o fluxo de sangue nos órgãos internos”, o que deixa o corpo humano em estado de alerta, explica o documento.

 

Trânsito e obesidade

 

O pesquisador do Instituto Karolinska da Suécia, dr. Andrei Pyko, estuda os efeitos da poluição sonora na saúde humana e constatou que há uma relação entre exposição ao barulho do trânsito e a obesidade.

 

O barulho do trânsito, por exemplo, pode influenciar funções cardiovasculares e metabólicas por meio de distúrbios do sono e estresse crônico. O sono é um importante moderador da liberação de hormônios, da regulação de açúcares e de funções cardiovasculares. Distúrbios do sono podem afetar as funções imunológicas, influenciar o controle do apetite e o gasto de energia, bem como aumentar os níveis do hormônio de estresse.

 

Viu como os danos da poluição sonora vão muito além de problemas na audição? Se gostou de ler esse artigo, compartilhe com os amigos!

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here