Tudo sobre manteiga Ghee

1788

A manteiga Ghee é uma receita milenar utilizada em práticas da culinária indiana e recomendada pela medicina ayurvédica. Suas vantagens estão associadas a benefícios para a memória, imunidade, processos digestivos e até mesmo para a flexibilidade, uma vez que age como lubrificante natural das articulações.

A manteiga é um composto derivado da gordura do leite. No processo de fabricação, ela retém alguns resíduos sólidos como a caseína, proteína que causa inflamações no intestino. A manteiga Ghee elimina não só a caseína como, também, o açúcar do leite, sendo uma ótima opção para quem é intolerante à lactose.

O processo artesanal de produção dessa categoria de alimento, no entanto, não garante que a lactose seja totalmente removida. Dessa forma, a depender do grau de intolerância, o consumo pode apresentar sintomas.

A manteiga Ghee é rica em ácido butírico. Esse ácido possui propriedades anti-inflamatórias, sendo eficiente no combate aos desconfortos associados aos sintomas da Doença de Crohn ou Retocolite Ulcerativa. Também é composta por ácido linoleico conjugado (CLA), um ácido graxo que atua na redução da pressão arterial, além de acelerar o metabolismo, favorecendo o emagrecimento.

Fonte de vitaminas lipossolúveis, o Ghee oferece vitaminas A, K e E, o que colabora para o viço da pele, assim como a manutenção da visão saudável.

Como fazer manteiga Ghee

Sugiro que você compre a manteiga Ghee de marcas confiáveis, para ter certeza de que ela está retendo todos os nutrientes necessários. Mas, se você preferir fazê-la em casa, não é muito difícil.

Primeiramente, coloque a manteiga sem sal em banho maria com fogo baixo. Atente-se em permanecer com chama mínima, fornecendo o calor necessário para derreter a manteiga lentamente, de forma que ela não ferva, apenas evapore a água contida.

Durante o processo será obtido um produto bifásico. A parte amarela vai decantar, enquanto uma espuma branca será formada na superfície. Após um tempo de repouso, retire o excesso da espuma com o auxílio de uma colher ou espumadeira e filtre o líquido amarelo em uma peneira.

Pronto! Sua manteiga Ghee já pode ser armazenada em pote de vidro e permanecer fora da geladeira, sendo consumida em até 4 meses.

Neste processo, você vai notar que o rendimento da manteiga vai ser reduzido em aproximadamente ¼ , já que a água, a lactose e a caseína serão eliminadas. Por isso, a manteiga Ghee é chamada de manteiga clarificada e purificada: ela retira os resíduos lácteos da manteiga comum.

Adeus, radicais livres!

Além disso, diferente da maioria das gorduras, possui um alto ponto de fumaça (250°C). Isso significa que, até atingir essa temperatura, a manteiga Ghee não sofre oxidação, portanto, não forma radicais livres. Isso faz com que o Ghee seja uma opção muito mais saudável para cozinhar.

Como eu disse anteriormente, se não quiser fazer em casa, existem várias opções de manteiga Ghee no mercado.

Mas, cuidado! Ultimamente, tudo o que é vegano tem sido associado à uma opção mais saudável que o convencional. No entanto, as manteigas Ghee veganas são produzidas a partir de óleos vegetais, semelhante à margarina. Ou seja, há alta taxa de gordura trans, o que é extremamente prejudicial para o sistema cardíaco e para a saúde como um todo.

Viu só como alguns alimentos podem oferecer múltiplos benefícios para seu organismo? Agende sua consulta no Instituto Ferreira Mattos e vamos rever sua alimentação para uma vida mais saudável.

Se gostou das curiosidades sobre o consumo de Manteiga Ghee, clique aqui e veja uma opção de receita deliciosa e funcional com esse ingrediente.

Deixe uma resposta