Gestante precisa de nutrólogo?

0
107

A partir do momento em que descobre a gravidez, a mulher já fica mais preocupada com a alimentação. Afinal, ela é importante para a saúde da gestante e para a formação do bebê, já que todos os nutrientes ingeridos pela mãe passam pelo cordão umbilical direto para a criança.

Por isso, ter uma dieta balanceada é essencial nesse período. Contudo, como saber o que comer e o que não comer?

É verdade que a gestante acaba lendo muita coisa e ouvindo muita gente. Os palpites são gentis e dados com carinho, mas nem sempre ajudam. Para não correr o risco, é melhor procurar a orientação de um profissional especializado.

Orientações para uma gestação mais saudável

Para que a mulher tenha as quantidades necessárias de nutrientes durante a gestação são necessárias orientações e, também, o acompanhamento constante de um nutrólogo.

O nutrólogo é um médico com especialização em nutrição, responsável pelo tratamento e diagnóstico de problemas relacionado ao comportamento alimentar. Por isso, ele pode solicitar exames, prescrever medicamentos e avaliar a quantidade de nutrientes presentes no organismo da gestante e decidir a dieta adequada.

Ainda existem muitas pessoas que pensam que o tratamento com o nutrólogo é apenas uma questão estética, para que a grávida não engorde demais. Contudo, a atuação e acompanhamento do nutrólogo vai bem além disso.

Para começar, se gordura em excesso não faz bem para o organismo de nenhuma pessoa, imagine para a gestante! Isso é capaz de desencadear outros tipos de complicações, como diabetes e eclâmpsia.

Durante o período gestacional, o corpo da mulher passa por uma série de mudanças: ganho de peso, dificuldade para andar, aumento da pressão arterial, enjoos, falta de ar e descontrole do sono, entre outros desconfortos.

O objetivo do nutrólogo, nesse caso, é levar saúde e qualidade de vida tanto para a mulher quanto para o bebê.

Doenças crônicas podem ser evitadas ainda na gravidez

Você sabia que muitas doenças crônicas, que afetam as pessoas pela vida toda, poderiam ter sido evitadas com alimentação correta ainda no útero materno? O abuso de açúcares, gordura, cafeína e até mesmo o álcool prejudicam o desenvolvimento do bebê, podendo fazer com que ele manifeste alterações durante sua vida, incluindo o diabetes.

É por isso que ter a orientação do profissional é a melhor maneira de prevenir possíveis doenças crônicas. A dieta balanceada durante a gestação favorece a formação do leite materno nutritivo, que irá alimentar a criança até os 6 meses de vida, e ainda prepara o corpo para um parto mais seguro.

Outro ponto a ser observado é que o feto se alimenta de tudo aquilo que a mãe ingere. Portanto, realizar dietas muito restritivas para não ganhar peso, ou comer exageradamente, vai afetar no desenvolvimento do feto e na sua qualidade de vida ao nascer.

Atendimento personalizado para gestantes

Embora seja tentador se basear na experiência de outras pessoas para tentar prever sua gravidez, lembre-se: nenhuma grávida é igual a outra.

Para que o momento seja pleno e os resultados com nutrição se façam eficazes, os protocolos de tratamento devem ser individuais. As adaptações são feitas com base nos exames da paciente, complementando o trabalho realizado pelo ginecologista obstetra.

Aqui no Instituto Ferreira Mattos, levando em consideração as avaliações clínicas, laboratoriais e os hábitos de cada gestante, damos dicas de alimentação e recomendamos a ingestão de suplementos que preencha as necessidades de cada futura mamãe.

Quer saber como ter a gestação saudável e tranquila? Entre em contato e agende sua consulta!

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here