Como controlar/evitar a compulsão alimentar?

0
323
compulsão alimentar

Segunda-feira é o “dia oficial” de começar a dieta ou iniciar o processo de reeducação alimentar. O sentimento de determinação está sempre presente no começo. Mas, não muito tempo depois, tem gente que sente aquela vontade de vasculhar a geladeira… mesmo quando não há fome.

Conhecida como compulsão alimentar, essa doença mental é caracterizada pela ingestão de alimentos em grande quantidade e em um curto espaço de tempo. Uma das consequências dessa ação é o sentimento de culpa ou fracasso.

Existem alguns sintomas que devem ser observados para ajudar na identificação da compulsão alimentar, dos quais podemos citar:

  • Comer mais rápido que o normal;
  • Comer quando não está com fome;
  • Comer mesmo após estar satisfeito ou após a ingestão de uma quantidade de alimentos maior que o necessário;
  • Se alimentar escondido ou isolado das outras pessoas;
  • Apresentar vícios em jogos de azar e problemas afetivos;
  • Sentimento de culpa e tristeza sempre presentes, acompanhados de introversão.

A compulsão alimentar é um transtorno sério e necessita de um tratamento adequado com acompanhamento de nutrólogo e psicólogo.

Como evitar a compulsão alimentar

Existem algumas formas de evitar a compulsão, mas não se esqueça que é importante ter a presença de um profissional responsável no processo de tratamento, para dar as devidas orientações e diagnósticos.

O primeiro passo é: quando sentir vontade de atacar a geladeira, busque entender se existe alguma origem nessa ânsia, e o que está sentindo naquele instante. Identificar os gatilhos auxilia no processo de controlar a compulsão.

Algumas dicas são:

Não faça dietas restritivas

Quando fazemos dietas sem acompanhamento nutricional, o corpo acaba entendendo que está sem nutrientes e fontes de energia. Assim, o apetite fica desregulado, na busca por alimentos que ajudem a regular seu funcionamento.

Se alimentar bem é uma necessidade básica, por isso sempre busque orientação de quem entende do assunto.

Faça exercícios físicos

A prática de exercícios fornece a liberação de endorfina, responsável pela sensação de bem-estar e prazer, ajudando no controle do distúrbio.

Tenha uma rotina

Planejar a semana ajuda a organizar as refeições, evitando alimentos processados ou maléficos ao organismo. Faça uma lista de compras e tente estabelecer horários para se alimentar.

Essa organização ajuda na sensação de controle, além de nutrir e oferecer tranquilidade durante o dia.

 

O tratamento da compulsão alimentar envolve algumas mudanças comportamentais e a valorização das emoções. A ajuda de uma equipe multidisciplinar – formada por nutrólogo e psicólogo – torna o tratamento mais seguro e eficiente, visto que fazer tudo por conta própria oferece sérios danos à saúde.

Você acredita lidar uma possível compulsão? Podemos começar a prevenção ou tratamento aqui. Estou à disposição! Agende sua consulta e venha bater um papo comigo.

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here